Morrostock Divulga Novas Atrações para a Edição 2015.

Com este anúncio o cast do Morrostock está completo, em breve a programação com horários e dias #VemViver!

16671304474_66e224408a_kJúpiter Maçã (POA)

Se Júpiter Apple é sempre sinônimo de surpresa, uma coisa é certa com este artista cult do cenário brazilian hype: ele está em constante efervescência criativa. E as canções saídas desta mente atormentada e hiperativa embalam os apreciadores da boa música há algumas décadas. Júpiter é prolífico e volátil. Um legítimo nowhere man, que aparece com intensidade, dá pausas para a renovação e sempre retorna apresentando uma nova faceta de seu extenso repertório de referências. Ele continua um modern kid, e agora chama todas as suas facetas para um shows que revisitará os grandes hits de álbuns como Sétima Efervescência, Uma Tarde na Fruteira e Bitter. Uma jornada pelas composições do artista, desde canções mod sessentistas, levezas jazz, rocks canalhas, baladas domingueiras à Bob Dylan, concretismos e timbres eletrônicos. 

##########

O TERNO_porJONAS TUCCI10O Terno (SP)

O Terno é um power-trio de canção-rocknroll-pop-experimental de São Paulo-SP formado por Tim Bernardes (Guitarra e Voz), Guilherme d’Almeida (Baixo) e Biel Basile (Bateria). O grupo chama atenção por sua estética autoral, mesclando com originalidade influências e timbres sessentistas e contemporâneos que dão cor às interessantes composições da banda.  O mais recente trabalho vem em 2014, o homônimo “O Terno”, lançado de maneira independente, em CD, Vinil e download gratuito, assim como os trabalhos anteriores do grupo. O álbum “O Terno” consolidou uma estética e sonoridade que a banda vinha esboçando. Num repertório autoral de 12 músicas, cada uma com seu universo próprio de clima e composição o disco foi também muito bem recebido pela crítica (saindo novamente entre os 15 melhores do ano na revista Rolling Stone e muitas outras listas no Brasil e América Latina) e público.

##########

cartolas_promo  Cartolas (POA)

Nascidos em meados dos anos 2000, a ascensão do grupo iniciou com a vitória no festival “Claro que é Rock”, onde atingiram projeção nacional. Como prêmio puderam gravar seu 1º CD “Original de Fábrica” no estúdio Toca do Bandido no Rio de Janeiro e com produção musical de Eduardo Miranda. Vieram com ele os sucessos “Cara de Vilão” e “Sujeito Boa Praça” e de quebra o Prêmio Açorianos de Música em 2008 como o melhor da categoria Pop. “Quase Certeza Absoluta”, o 2º Cd da banda, veio na segunda metade de 2010. Tendo Ray-z e Cartolas como produtores musical, o CD foi masterizado por Dave Locke no estúdio JP Master, na Carolina do Norte (EUA). Este segundo trabalho também trouxe hits como “Meu Bem e o Assovio” que bombou nas rádios gaúchas. Em 2013 o grupo lançou seu terceiro disco, “Apavorando o Flashdance”. O trabalho conta com 11 faixas inéditas, que resgatam influências do rock inglês e melodias assobiáveis, com guitarras certeiras e letras sobre o cotidiano e alguns devaneios. Há ainda quem identifique um groove setentão, elemento novo e muito bem encaixado nas composições.

##########

soproSopro Cósmico (POA)

SOPRO CÓSMICO Banda de música instrumental ( fusion/progressivo/jazz/psicodelía/rock ) Max Sudbrack – teclados ( baixo, sinth, pianos, organ, etc.. Claudio Cunha Calcanhoto – Bateria Pietro Duarte – Saxofone. Banda que saiu do Morrostock 2011 direto para ser revelação do Psicodália 2012. Trata-se de um trio instrumental: sopro, teclados e batera. O baixo é feito no teclado. Mistura de progressivo, erudito com jazz e psicodelia. “De prelúdios a jams”. Influências principais da banda: Beethoven, Hermeto Pascoal, Miles Davis, Herbie Hancock, Soft Machine, Pink Floyd, Led Zeppelin, The Doors. 

##########

11922071_10153298342960186_2032999515_nBate & Sopra (POA)

A Bate & Sopra tenta trazer para o Rio Grande do Sul um pouco do movimento de Fanfarras e Brass Bands que existem no mundo. New Orleans, Montpellier… O mundo ligado em sopros e percussões. No Brasil, das muitas experiências de sons e formatos, a terra das fanfarras é o Rio de Janeiro, e de lá veio a inspiração para juntar músicos de diversos grupos como Turucutá, Maracatu Truvão e Bloco da Laje para uma pegada mais rock e com pitadas de brasilidades. Assim, o repertório é formado por clássicos da música gaúcha como “Lugar do Caralho”, internacionais, como “Seven Nation Army”, e muita Brasilidade, como o clássico “Amor”. Bate & Sopra é rua… Nascemos nas ruas, nas praças, nos parques. Nascemos da vontade de trazer um pouco de felicidade à um Porto que não é mais tão alegre. A rua é o nosso quintal, nosso espaço sério e lúdico, nosso sopro de vida.

##########

Imagen NCCD, Novo Circo Divulgação Sofá na Rua em pelotasNovo Circo Companhia de Dança (POA)

A banda formada em 2013, como o próprio nome já indica, busca a linguagem deste chamado novo circo, que cenicamente traz a fusão de artes do circo com dança e teatro físico, o conjunto apresenta um som experimental que em seus acordes e batidas, brincam com movimentos e a interação do publico, atingindo musicalmente do Rock comum ao psicodélico, com pinceladas de Trip hop, Dub, Valsa, Dubstep, Hardcore e Baião. Criando assim uma atmosfera onde público e artista se sentem à vontade, e ambos desfrutam de um show sempre diferente.

##########

11292718_10152878594520108_956267031_nCaravana Gypsy (NH)

Caravana Gypsy é composta pelos músicos Fábio Pádua clarinetista e flautista, Márcio Fulber, guitalele, acordeon, voz, e William Fedrizzi no violoncelo, onde desenvolveram diversas apresentações musicais com influência do jazz cigano surgido no sul da França na década de 30 , tango, a música popular brasileira e composições autorais. A Caravana disseminou o swing do gypsy por inúmeras cidades das regiões sul e sudeste do Brasil desde 2014 de maneira independente e atualmente  a banda está em processo de gravação do primeiro cd, com mais um elemento essencial, a presença e participação do instrumentista Bernardor Boz Caitano no violão.

##########

11881003_10206361026617899_1146483886_nMono Dub (POA)

Monodub, projeto de música eletrônica live que conta com guitarrista (Gabriel Grillo) e nas batidas e synths (Guilherme Guina),projeto Monodub live teve início em Barcelona Espanha após dois anos de estudo e pesquisa em música eletrônica live com criações de timbres ruídos e fx .guitarras psicodélicas,baixos,synths beats e samplers. são algumas das ferramentas usadas que possibilitam espaço para criação orgânica,capitando a essência de cada momento. isso faz do projeto sempre um momento único.

##########

Escolhemos duas bandas que se inscreveram no site do Toque no Brasil são elas:

11925683_1027990710554952_1049296941_nCattarse (Viamão)

A Cattarse é um Power Trio de som pesado, com riffs bem definidos e um show empolgante e agitado fazendo o que o seu próprio nome propõe: uma catarse em suas apresentações. Seu som é frequentemente comparado ao Rock setentista com pitadas modernas lembrando bandas como Wolfmother, Dead Weather, Queens of Stone Age. Suas letras tratam de neurose humana e relacionamentos afetivos tendo como seu principal compositor o guitarrista e vocalista Igor van der Laan. Atualmente a banda é formada por Igor van der Laan na guitarra e nos vocais, Yuri van der Laan no baixo e backing vocals e Diogo Stolfo na bateria e backing vocals e vem se um dos principais nomes do Stoner rock no Sul do Brasil.

##########

Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *